Entrega grátis a partir de 50€

Connect with Facebook

5 perguntas para Catherine Caillet, Gestora de Qualidade da Florame

Assegurar a qualidade e a rastreabilidade dos nossos óleos essenciais e matérias-primas é a nossa prioridade máxima. Todos os nossos colaboradores trabalham nesse sentido. Entrevista com Catherine Caillet, Gestora de Qualidade da Florame.

1. Há quanto tempo trabalha para a Florame? Ofereceram-me o cargo de Gestora de Qualidade em Maio de 2015. A minha integração foi bastante rápida, pois a Florame é uma empresa com dimensão humana, o que permite que facilmente se criem relações. Todos os colaboradores estão empenhados em manter um espírito de equipa e um bom ambiente de trabalho. Quando entrei, o departamento de qualidade era composto por duas pessoas, e uma terceira entrou ao serviço no final de 2015.

2. Em que consiste o papel de Gestor de Qualidade? O Gestor de Qualidade deve assegurar a conformidade com a legislação francesa ou europeia, e com os procedimentos internos em vigor, para garantir a colocação no mercado de produtos de acordo com especificações definidas, e sem risco para o consumidor. Em particular, isso implica o respeito dos princípios de Boas Práticas de Fabricação (BPF) de cosméticos na empresa, sendo um dos elementos-chave a rastreabilidade: saber em todos os momentos quais os lotes de matérias-primas que compõem um dado produto cosmético. As regras principais de BPF consistem também, entre outras coisas, em realizar o controlo das matérias-primas, embalagens e produtos finais (controlo de qualidade) e dar confiança na qualidade do produto (garantia de qualidade) através do respeito pelos procedimentos durante a fabricação (pessoal qualificado e formado, instalações e equipamentos de produção adaptados, documentação disponível, gravação de dados, etc.). O meu dia típico consiste, principalmente, nas seguintes tarefas: - O controlo das matérias-primas dos óleos essenciais e óleos vegetais. Certifico-me da conformidade dos resultados analíticos obtidos no laboratório dos lotes de matérias-primas. - O controlo dos produtos finais, fabricados internamente ou por subcontratados franceses, e da documentação relacionada. Por exemplo, garantir o respeito das Boas Práticas de Fabricação, ou também que os volumes de cada produto final estejam em conformidade com a legislação vigente. - Asseguro que os procedimentos internos sejam seguidos durante todo o processo de fabricação do produto até que seja enviado para o consumidor ou revendedor. - Actualização dos processos internos (sistema de qualidade) para descrever exactamente todas as actividades e garantir a conformidade com a legislação e com os padrões de qualidade internos da Florame. - Gestão dos desvios aos procedimentos (gestão das reclamações de clientes, gestão de discrepâncias internas durante a fabricação, durante o controlo, etc.) e implementação de acções para evitar a repetição dessas discrepâncias. Os dias ao serviço da qualidade são bem preenchidos!

3. Que tipos de controlo são realizados nos produtos Florame? É realizado um controlo organoléptico em todas as matérias-primas que recebemos (cor, aroma, textura). Atribuímos uma grande importância a esse tipo de controlo, em particular o teste olfactivo dos óleos essenciais, e podemos recusar alguns lotes quando a fragrância não corresponde aos critérios de qualidade da Florame. Para os Óleos Essenciais: são realizados testes físico-químicos sobre a densidade, índice de refracção e poder rotatório. Os resultados obtidos nestes testes dão-nos as indicações da qualidade do Óleo Essencial. Como o Óleo Essencial é uma mistura de várias dezenas de moléculas, realizamos análises de Cromatografia Gasosa (CG) para identificarmos as moléculas presentes no óleo, bem como o conteúdo de cada molécula. Para os Óleos Vegetais: realizamos um teste organoléptico, medimos a densidade, assim como o índice de peróxido, que mede o nível de oxidação do Óleo Vegetal. Para produtos cosméticos como geles de banho, champôs, cremes, etc., medimos a viscosidade, densidade, pH e testes organolépticos. Para produtos que contêm água, asseguramos a limpeza microbiológica controlando os microrganismos (bactérias aeróbias mesófilas e leveduras/bolores). Cada teste tem a sua especificidade. Quando verificamos o produto, se o resultado não estiver de acordo com as especificações (fora do intervalo), o resultado é inadequado e a matéria-prima pode ser recusada.

4. O que é que a inspira no seu trabalho? A diversidade de funções e problemáticas encontradas, as trocas com os diferentes departamentos (regulação, produção, pesquisa e desenvolvimento…), o tecnicismo necessário para análise dos óleos essenciais/vegetais e o facto de que a qualidade do departamento, garantindo a aplicação dos procedimentos nos diversos serviços, está fortemente envolvida na melhoria da produtividade da empresa, garantindo, ao mesmo tempo, produtos de qualidade para o consumidor.

5. Qual é o seu produto preferido da Florame? O meu produto preferido é o gel de banho Essência de Amêndoa: o seu aroma é inebriante, a sua textura, fruto de muitos meses de investigação e estudo, permite uma aplicação fácil e muito agradável do produto no duche. Indispensável na casa de banho!

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .