Entrega grátis a partir de 50€

Connect with Facebook

Especialistas em óleos essenciais biológicos

Há mais de 20 anos que a Florame selecciona em todo o mundo, os melhores óleos essenciais. Requintados, preciosos e perfumados, todos os óleos essenciais biológicos da Florame tem a garantia de serem "provenientes de agricultura biológica" e são sujeitos a rigorosos controles para garantir os excelentes padrões de qualidade.

 

 

Definição de óleo essencial

Um óleo essencial é uma substancia aromática e volátil, extraída de uma planta sob a forma líquida. Composto por substâncias ativas provenientes da secreção natural produzida pela planta. De acordo com caracteristicas específicas, nomeadamente o solo, clima, e conforme a parte extraída da planta (fruto, folha, flor, raiz,...), uma mesma planta pode produzir óleos essenciais com características bioquímicas e propriedades bem distintas.

A composição do óleo essencial é de facto muito complexa. Podem conter centenas de moléculas diferentes, tendo cada um propriedades particulares. Estas moléculas atuam em sinergia, que explica a eficácia e a polivalência dos óleos essenciais. Os óleos essenciais são muito voláteis, são solúveis em óleo vegetal e em álcool mas não são solúveis em água!

 

 

Extração de um óleo essencial

Os óleos essenciais ou essências são obtidos por destilação a vapor de água através de um alambique para as plantas aromáticas e por pressão a frio para as essências citricas. Estes são os processos mais naturais de extração.

A DESTILAÇÃO A VAPOR DE ÁGUA DE BAIXA PRESSÃO

As plantas são colocadas num recipiente perfurado com água e colocado sobre uma fonte de calor. A água transforma-se em vapor que passa através das plantas e recolhe os princípios ativos da planta. Volta a condensar-se na serpentina (retorta refrigeradora) voltando ao estado líquido. À saída do alambique o óleo essencial é separado da água floral ou hidrolato. A diferença de densidade permite a sua fácil separação. 

 

Óleo essencial: constituído  100% de moléculas aromáticas, sendo insolúveis em água.

Hidrolato ou água floral: esta água, delicadamente perfumada é utilizada, não só em aromaterapia, mas também de forma específica nos cosméticos e em produtos alimentares.

PRESSÃO A FRIO

Este modo de extracção é reservado exclusivamente aos citricos, uma vez que que as suas moléculas aromáticas se encontram na casca. A substância aromática é obtida por pressão a frio da casca. O resultado chama-se essência.

 

Reconheça um óleo essencial

O compromisso da Florame com a qualidade e rastreabilidade do óleo é mencionado na etiqueta do óleo essencial ou essência. Cada óleo essencial Florame é identificado por um número de lote específico que permite a qualquer momento saber a proveniência daquele óleo essencial. 

Os óleos essenciais proporcionam resultados excepcionais em todas as áreas da sua aplicação. As suas virtudes são determinadas pela sua qualidade. Esta é determinada pela soma de diversos factores determinantes.

 

A garantia do reconhecimento botânico
É a utilização do nome em latim da planta que permite recnhecer a sua variedade e espécie botânica. Por exemplo: Eucalyptus globulus, Eucalyptus radiata.

Parte utilizada da planta para obtenção do óleo essencial
O fruto, a folha ou a flor de laranjeira produz óleos essenciais diferentes, cujas propriedades também são diferentes, logo a sua utilização é também diferente. 

O modo de cultura
Cultura biológica, planta selvagem, cultura convencional, são critérios que determinam a qualidade do óleo essencial e que pode orientar a sua escolha.

A certificação de garantia biológica
Na Europa, a certificação deve cumprir com a norma EN45011 que garante a independência e fidelidade dos produtos. O nome do certificador tem que estar visível num produto biológico certificado. Apenas a certificação de um organismo certificado para o efeito é que assegura que o óleo essencial é biológico. 

O "quimiotipo" ou perfil bioquímico da planta
O quimiotipo de um óleo essencial é uma referência precisa que indica a composição bioquímica maioritária e distintiva presente no óleo essencial. Este é o elemento que permite distinguir os óleos essenciais extraídos de uma mesma variedade botânica mas com uma composição bioquimica diferente. O quimiotipo é identificado através da análise cromatográfica  que reconhece e identifica as moléculas. Esta classificação permite seleccionar os óleos essenciais para uma utilização mais precisa, mais segura e mais eficaz. Por exemplo: o alecrim com quimiotipo cineol é indicado para o tratamento de infecções respiratórias, o alecrim com quimiotipo cânfora, é indicado para os músculos e articulações dolorosas, o alecrim com quimiotipo verbenona é um estimulante do fígado e vesícula.

 

Qualidade dos nossos óleos essenciais

Os óleos essenciais Florame são:

  • 100% puros:  não são  dissolvidos com outros óleos
  • 100% naturais: não são desnaturados por moléculas sintéticas
  • 100% integrais: não são submetidos a qualquer tratamento que possa eliminar as moléculas
  • Óleos Essenciais Botanicamente e Bioquimicamente Definidos (HEBBD)
  • Certificados pela Ecocert

A garantia biológica dos óleos essenciais e essências Florame éo controlada e certificada pela Ecocert (F-32600), organismo de controlo independente.

Ecocert é o organismo regulador mais importante e controla por si só 80% dos operadores biológicos.Todos os organismos de controlo, Ecocert, Qualité France, Ulase, Agrocert, Aclave et certpaq, são organismos privados aprovados pelas autoridades e não estão ligados a qualquer estrutura comercial ou sindical. O seu papel assenta no controle e verificação da conformidade da produção e importação, bem como informar os diferentes players sobre a regulamentação em vigor.

Os Óleos Essenciais e essências biologicas Florame são identificáveis pelos logos:

A Agricultura Biologica Certificada oferece as plantas cultivadas respeitando o biótopo, dos óleos essenciais isentos de toda a poluição, com uma rastreabilidade completa, desde o nascimento da planta até ao frasco do óleo essencial. Todos os organismos de controle são privados, aprovados pelo Ministério da Agricultura, e não estão ligados a nenhuma estrutura comercial ou sindical. Ecocert é o organismo mais importante e representa por si só 80% das certificações. O logo AB pertence ao Ministério da Agricultura e está reservado aos óleos essenciais susceptíveis de uso alimentar. (Nota: para qualquer tratamento com óleos essenciais por via oral, recomendamos que entre em contacto com ou médico ou um aromaterapeuta).

Alguns óleos essenciais provenientes de Agricultura Biológica não são susceptíveis de uso alimentar e por isso não são certificados com a etiqueta AB. No entanto, eles benefeciam, como todos os outros óleos certificados, de uma rastreabilidade total e de uma pureza ideal sem vestígios de pesticidas, nem fertilizantes químicos. De modo a continuar a especificar a qualidade biológica dos seus óleos essenciais, a Florame escolheu a certificação segundo as especificações da Cosmética Ecologica e Biologica (carta Cosmébio).

logo Origine Botanique corresponde aos óleos essenciais que, por razões pontuais ou duradouras, não estão disponíveis em qualidade BIO no mercado. Quando a origem da planta é selvagem (proveniente de colheita) ou convencional (proveniente de agricultura clássica), ela é seleccionada pela sua qualidade intrínseca e a Florame garante a sua origem botânica.

 

Utilizações e precauções de utilização

Modos de utilização dos óleos essenciais:

  • Em massagem, diluir em óleo vegetal Florame (aconselhe-se com um Aromaterapeuta)
  • Para o banho, diluir em gel de banho (aconselhe-se com um Aromaterapeuta)
  • Em difusão, atmosférica, simples ou misturado com outros óleos essenciais Florame (20 min, duas a três vezes por dia ou 5 a 10 min em cada 2 horas.

Precauções de utilização dos óleos essenciais:

  • Manter fora do alcance das crianças
  • Utilização desaconselhada a mulheres grávidas ou a amamentar e a crianças menores de 7 anos.
  • Não utilizar puro sobre a pele, diluir em óleo vegetal ou num dispersante BIO para o banho.
  • Não utilizar por via oral (consultar um Aromaterapeuta), nas membranas mucosas e nos olhos.
  • Em caso de irritação ou contacto com os olhos, lavar abundantemente com óleo vegetal e consultar um médico.
  • Conservar longe da luz e do calor.

Precauções inerentes a alguns óleos essenciais ou essências:

  • Alguns óleos essenciais são dermacausticos e não é aconselhável usar puros sobre a pele, mesmo diluidos (ex: casca de canela 50% e 60%, cravinho, segurelha, tomilho com timol, oregãos).
  • Não difundir óleos essenciais que contenham fenóis (eugenol, carvocrol, timol) e cétonas (cânfora, verbenona).
  • As essências de cítricos são fotossensíveis. Evitar a exposição ao sol em caso de aplicação na pele.